30 de janeiro de 2008

Saudade...

Hoje os calendários dizem que é o dia da saudade...
A saudade descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor.
Existem muitas músicas e poesias que falam desse tema, ô e quantas!

Muitas poesias e músicas enfocam apenas o lado triste da saudade. Eu prefiro a boa lembrança, a "coisa boa". Afinal só sentimos saudade do que foi bom...

Clarice Lispector dizia: Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

Quando penso em pessoas, lugares e outras coisas que me fazem ter saudade, logo lembro do tempo. O tempo deve ser parente bem próximo da saudade. Ele às vezes parece correr mais rápido do que desejamos.
Mas a vida é assim, tempo, saudade, ausências, sentimentos, etc.
Uma coisa que aprendi nesses meus 28 anos é preencher a ausência da presença com a lembrança dos momentos compartilhados nas horas alegres. Isso me ocorre sempre quando me vejo triste com saudade de alguém. Tem funcionado comigo!

Mesmo que o tempo encha meu coração de saudade eu me esforço para nessa situação lembrar das coisas boas. Outra coisa que tenho clareza é que não sinto saudade de coisas que não fiz, ah isso não! Sinto saudade de coisas que vivi. Isso faz uma enorme diferença, senão estaria sentindo outra coisa, o tal do arrependimento... Xiii esse aí é dose. Faz a gente ficar amargurado, com sabor de chocolate meio amargo... Conheço muitas pessoas assim. Não é fácil conviver com elas.

Bom, já fui longe demais com a minha saudade!!!
Uma ótima quarta, que esta deixe saudade...

5 comentários:

  1. Gostei de sua reflexão, realmente a saudade é coisa boa!
    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. Deka,
    gostaria de te agradecer pelas visitas q vc tem feito em meus blogs. Tenha certeza de q vc será sempre muito bem-vinda!
    Agora, eu não posso deixar de te dizer q o nome do seu blog é muito bacana! Eu gostei demais! Qdo eu estava criando esse meu novo blog, procurei por nomes assim... daí vi o seu blog com esse nome e achei demais!

    Tbm passarei mto por aqui!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Deka,
    obrigado pela sua visita e tb coloquei seu link no blog. Não esqueça que tem uma lista dos filmes no menu da direita.
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você: só temos saudades de coisas boas.

    Logo, saudade nunca pode ser dolorida.

    Mas, sim, gostosa!

    Também é o que defendo ao dizer que os relacionamentos de amor devem ser desfeitos no pico. Só assim teremos saudades deles.


    Abraços, flores, estrelas..

    ResponderExcluir
  5. eu não tenho mais blog...

    tenho, mas tá jogado lá, num canto recôndito da internet, daqui, no caso,

    sinto saudade dele, por isso tô até pensando em criar outro. Tua reflexão me ajudou a reviver isso...

    e vou fazê-lo, em breve, por que gosto mesmo é de procrastinar...

    bjo, textos ótimos

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

30 de janeiro de 2008

Saudade...

Hoje os calendários dizem que é o dia da saudade...
A saudade descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor.
Existem muitas músicas e poesias que falam desse tema, ô e quantas!

Muitas poesias e músicas enfocam apenas o lado triste da saudade. Eu prefiro a boa lembrança, a "coisa boa". Afinal só sentimos saudade do que foi bom...

Clarice Lispector dizia: Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.

Quando penso em pessoas, lugares e outras coisas que me fazem ter saudade, logo lembro do tempo. O tempo deve ser parente bem próximo da saudade. Ele às vezes parece correr mais rápido do que desejamos.
Mas a vida é assim, tempo, saudade, ausências, sentimentos, etc.
Uma coisa que aprendi nesses meus 28 anos é preencher a ausência da presença com a lembrança dos momentos compartilhados nas horas alegres. Isso me ocorre sempre quando me vejo triste com saudade de alguém. Tem funcionado comigo!

Mesmo que o tempo encha meu coração de saudade eu me esforço para nessa situação lembrar das coisas boas. Outra coisa que tenho clareza é que não sinto saudade de coisas que não fiz, ah isso não! Sinto saudade de coisas que vivi. Isso faz uma enorme diferença, senão estaria sentindo outra coisa, o tal do arrependimento... Xiii esse aí é dose. Faz a gente ficar amargurado, com sabor de chocolate meio amargo... Conheço muitas pessoas assim. Não é fácil conviver com elas.

Bom, já fui longe demais com a minha saudade!!!
Uma ótima quarta, que esta deixe saudade...

5 comentários:

  1. Gostei de sua reflexão, realmente a saudade é coisa boa!
    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. Deka,
    gostaria de te agradecer pelas visitas q vc tem feito em meus blogs. Tenha certeza de q vc será sempre muito bem-vinda!
    Agora, eu não posso deixar de te dizer q o nome do seu blog é muito bacana! Eu gostei demais! Qdo eu estava criando esse meu novo blog, procurei por nomes assim... daí vi o seu blog com esse nome e achei demais!

    Tbm passarei mto por aqui!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Deka,
    obrigado pela sua visita e tb coloquei seu link no blog. Não esqueça que tem uma lista dos filmes no menu da direita.
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você: só temos saudades de coisas boas.

    Logo, saudade nunca pode ser dolorida.

    Mas, sim, gostosa!

    Também é o que defendo ao dizer que os relacionamentos de amor devem ser desfeitos no pico. Só assim teremos saudades deles.


    Abraços, flores, estrelas..

    ResponderExcluir
  5. eu não tenho mais blog...

    tenho, mas tá jogado lá, num canto recôndito da internet, daqui, no caso,

    sinto saudade dele, por isso tô até pensando em criar outro. Tua reflexão me ajudou a reviver isso...

    e vou fazê-lo, em breve, por que gosto mesmo é de procrastinar...

    bjo, textos ótimos

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...