28 de julho de 2008

Saudades


Muitas saudades...

Sim, já sinto!

Do sorriso de muita gente.

Do abraço de muitos amigos.

Do cheiro de muitas coisas.

Da convivência com gente alegre.

Dos momentos vividos que guardo na retina.

Da teimosa esperança que as coisas vão melhorar.

Nossa! São tantas lembranças... Tantas coisas, muitos momentos, contratempos, alegrias e tristezas.

Mas levarei cada recordação!

23 de julho de 2008

15 de julho de 2008

As coisas vão acontecendo...

A vida vai acontecendo... Numa beleza infinita...
Cada dia, cada hora, cada minuto...

Obrigada a todos e todas, por tudo, pelos momentos, pelos sorrisos e as lágrimas de amizade.

14 de julho de 2008

Hoje

Você já traçou, alguma vez, um plano de felicidade ainda que por apenas um dia?

9 de julho de 2008

Semeie

Na vida, todos somos semeadores...
Uns semeiam flores e descobrem belezas, perfumes e frutos.
Outros semeiam espinhos e se ferem nas suas pontas agudas.
Ninguém vive sem semear...

Como diz a frase de Robert Louis Stevenson: "Não julgue cada dia pela colheita que você obtém, mas pelas sementes que você planta."

7 de julho de 2008

Impossível você

É tanta ânsia, amor!
Eu fico esperando a tua volta
Se demoras
Chego a pensar que tu não vens.
A saudade
Do vivido e apaixonado ontem
Pesa por demais
Machuca o coração!
Às vezes, quando a tarde chega
O ar seu vai de meu peito
Eu busco a brisa no jardim
Ela se esconde
Eu chamo o vento, que não responde!
Na verdade
É a ti que eu procuro
E de ti que eu necessito.
Não sei como fazer Pra guardar a brisa
Reservar o ar da manhã
Ficar em sintonia permanente Com você.
Nada pode ficar bem
Quando nos falta um bem!
O amor é como mar imenso
Revolto, azul...
É preciso atravessar a areia
Ultrapassar as ondas
Romper a espuma
Para atingir o núcleo central
O profundo e tranqüilo das águas
Do mistério. Eu vou lutando, amor!
O sonho de um mundo livre
Não me deixa sossegar
A causa do oprimido
É desafiante e atraente para mim.
A paz é uma bandeira
Que levo pelas noites...
O impossível me fascina!
VOCÊ!

[Zé Vicente]


5 de julho de 2008

Viver!

Viver é a mais emocionante de todas as chances que podemos ter.

Ter amigos, ser amado, compartilhar momentos bons e momentos não tão bons fazem parte desse viver...

Bom final de semana.


28 de julho de 2008

Saudades


Muitas saudades...

Sim, já sinto!

Do sorriso de muita gente.

Do abraço de muitos amigos.

Do cheiro de muitas coisas.

Da convivência com gente alegre.

Dos momentos vividos que guardo na retina.

Da teimosa esperança que as coisas vão melhorar.

Nossa! São tantas lembranças... Tantas coisas, muitos momentos, contratempos, alegrias e tristezas.

Mas levarei cada recordação!

25 de julho de 2008

Instantes

Uma vaga tristeza...
Vai passar, sei que vai!


23 de julho de 2008

Amor

Somente o amor é capaz de superar diferenças e as dificuldades.

15 de julho de 2008

As coisas vão acontecendo...

A vida vai acontecendo... Numa beleza infinita...
Cada dia, cada hora, cada minuto...

Obrigada a todos e todas, por tudo, pelos momentos, pelos sorrisos e as lágrimas de amizade.

14 de julho de 2008

Hoje

Você já traçou, alguma vez, um plano de felicidade ainda que por apenas um dia?

9 de julho de 2008

Semeie

Na vida, todos somos semeadores...
Uns semeiam flores e descobrem belezas, perfumes e frutos.
Outros semeiam espinhos e se ferem nas suas pontas agudas.
Ninguém vive sem semear...

Como diz a frase de Robert Louis Stevenson: "Não julgue cada dia pela colheita que você obtém, mas pelas sementes que você planta."

7 de julho de 2008

Impossível você

É tanta ânsia, amor!
Eu fico esperando a tua volta
Se demoras
Chego a pensar que tu não vens.
A saudade
Do vivido e apaixonado ontem
Pesa por demais
Machuca o coração!
Às vezes, quando a tarde chega
O ar seu vai de meu peito
Eu busco a brisa no jardim
Ela se esconde
Eu chamo o vento, que não responde!
Na verdade
É a ti que eu procuro
E de ti que eu necessito.
Não sei como fazer Pra guardar a brisa
Reservar o ar da manhã
Ficar em sintonia permanente Com você.
Nada pode ficar bem
Quando nos falta um bem!
O amor é como mar imenso
Revolto, azul...
É preciso atravessar a areia
Ultrapassar as ondas
Romper a espuma
Para atingir o núcleo central
O profundo e tranqüilo das águas
Do mistério. Eu vou lutando, amor!
O sonho de um mundo livre
Não me deixa sossegar
A causa do oprimido
É desafiante e atraente para mim.
A paz é uma bandeira
Que levo pelas noites...
O impossível me fascina!
VOCÊ!

[Zé Vicente]


5 de julho de 2008

Viver!

Viver é a mais emocionante de todas as chances que podemos ter.

Ter amigos, ser amado, compartilhar momentos bons e momentos não tão bons fazem parte desse viver...

Bom final de semana.