27 de dezembro de 2010

Espera...

Caminho com ansiedade para degustar de uma vez o ano novinho em folha!

Fico ansiosa nestes dias prévios!
Aff...
Caminho com ansiedade para revelar a beleza de um ano novinho em frente!
Sem as repetições de 2010...
Caminho com ansiedade para apalpar com delicadeza um ano cheio de esperanças pra mim!

Vai ser um tempo novo, com coisas boas... Tenho fé nisso.
Não, não quero esquecer 2010, ele me ensinou muito. Foi um ano de revelações! Foi o ano que mais me decepcionei com pessoas... As conheci de verdade!
Quero experimentar de uma vez o ano novinho, cheirando a coisa saborosa saindo do forno!

19 de dezembro de 2010

16 de dezembro de 2010

Posso estar errada!

Dale Carnegie, autor do best seller "Como fazer amigos e influenciar pessoas", afirma que você nunca terá aborrecimentos admitindo que pode estar errado.
Isto evitará discussões e fará com que o outro companheiro se torne tão inteligente, e tão claro e tão sensato como foi você.
Fará com que ele também queira admitir que pode estar errado.
A inflexibilidade de uma opinião gera quase sempre aversão. Um gesto de humildade sempre inspira outro.

Nesta semana, estou errada... Em tudo que achava que era certo!

8 de dezembro de 2010

Desejo a você

Se você sente que lhe faltam a força e a coragem,
queira Deus que o mundo possa abraçá-lo hoje com seu calor e Amor!
... e que o vento possa levar-lhe uma voz
que lhe diz que há um Amigo em algum lugar do Mundo
desejando que você esteja bem...


[Silvia Schmidt]

4 de dezembro de 2010

Meditação

Nego-me a ma submeter ao medo
Que me tira a alegria da minha liberdade
Que não me deixa arriscar nada
Que me torna pequeno e mesquinho
Que me amarra
Que não me deixa ser direto e franco
Que me persegue
Que ocupa negativamente a minha imaginação
Que sempre pinta visões sombrias

No entanto
Não quero levantar barricadas por medo do medo
Eu quero viver e não quero encerrar-me
Não quero ser amigável por medo de ser sincero
Quero pisar firme porque estou seguro
E não para encobrir o meu medo
E quando me calo
Quero fazê-lo porque amo
E não por temer as conseqüências de minhas palavras

Não quero acreditar em algo
Só pelo medo de não acreditá-lo
Não quero filosofar
Por medo de que algo possa atingir-me de perto

Não quero dobrar-me
Só porque tenho medo de não ser amável
Não quero impor algo aos outros
Pelo medo de que possam impor algo a mim
Por medo de errar
Não quero me tornar inativo
Não quero fugir d e volta para o velho, o inaceitável
Por medo de não me sentir seguro de novo

Não quero fazer-me importante
Porque tenho medo de que se não, poderia ser ignorado.

Por convicção e amor
Quero fazer o que eu faço
E deixar de fazer o que deixo de fazer

Ao medo quero arrancar o domínio
E dá-lo ao amor
E quero crer no reino que existe em mim
[Rudolf Steiner]

29 de novembro de 2010

Reinventar nossos dias

Inventar e reinventar cada dia, redescobrir sensações e planejar melhor as coisas da vida.
Acredito que seremos felizes se tivermos a sabedoria para descomplicar as questões, acolher os limites, compreender e superar dificuldades.

Apreendi que a vida é feita de opções. E a vida, assim como a felicidade, é uma conquista.
Podemos sorvê-la, em grande dose em um momento, em um dia e estarmos felizes.
Podemos escolher, como desejamos a nossa felicidade: em tempo vertical ou em tempo horizontal.

25 de novembro de 2010

Um novo jeito de fazer

Estou numa fase de escolher caminhos...
Acordar para um novo olhar das coisas!

Estou tirando minha vida da estante novamente...
Hora de organizar as prateleiras, tirar o pó!

Achei que seria mais fácil e prático realizar esta tarefa.

Enganei-me, redondamente...
Passei muito tempo da minha vida trabalhando num setor só.

Temos a teimosia de querer repetir as coisas, refazer caminhos ao invés de descobrir novos...

Agora me dedico, neste período de readaptação, a criar gansos (vou postar aqui essa aventura), fazendo conservas, estudar e pensando no Natal, daqui a um mês, pois toda a família vem passar conosco!
De qualquer forma estou já pensando em 2011, pois tudo que estou projetando agora serão minhas realizações para o ano que virá!

Por isso, meu maior desafio é redescobrir caminhos e um novo olhar sobre os caminhos repetidos... Inevitáveis!


24 de novembro de 2010

Palavras

Eu já ouvi tantas palavras por aí...
Algumas doces, outras amargas, outras azedas mesmo.

Eu já li tantas palavras por aí...
Umas ácidas, outras libertadoras e muitas que magoam.

Eu já engoli tantas palavras...
Umas em minha defesa, outras que eram armas certeiras e que não poderiam ser ditas, então as engoli, sem receio...

Eu já guardei tantas palavras...
Umas que me auxiliaram muito a crescer, outras que me machucaram muito, reservei a essas uma caixinha especial...

Eu já deixei escapar tantas palavras...
Umas saíram sem querer e geraram risos, outras foram de amor, muitas de pavor...
Outras que deixei escapar e até hoje estão perdidas por aí, se perderam pelo mundo...

Palavra que liberta, que adiciona, que é de paz, de medo, de alegria e de amor...
São tantas palavras, tantos dizeres...

Para todas as palavras deixo a porta aberta, afinal elas entram sem pedir licença!
Algumas antes de entrar definitivamente ficam martelando na cabeça, depois entram também, ficam por muito tempo e depois vão embora...

Palavras, palavrinhas, palavrões... Escritas, faladas, pensadas, choradas, censuradas, gritadas e engolidas.
De todo jeito elas estão aí, aos montes e cada uma tem a sua essência e muitas carregada de sentido que o tempo lhe deu.

23 de novembro de 2010

Amor em tudo

Irradiamos, sem perceber, tudo aquilo que vai em nossa alma. Mesmo que nos escondamos por trás da mudez, do silêncio, emitimos vibrações constantemente.
Quando estamos tristes, quando estamos chorosos por dentro, quando estamos sem esperança...
E, principalmente quando estamos amando...
Ah! O mundo passa a ser pequeno demais, as noites curtas demais, os dias mais vivos e coloridos!
Sonhamos e queremos alcançar muito quando temos amores... Pois são vários, são amores de todo jeito, mais quietos, mais assanhados, mais empolgantes...

E, se muitos acham que a vida é feita de incertezas, e se desesperam com facilidade, aqui vai mais uma certeza reconfortante: A de que podemos contar sempre com nossos amores.

22 de novembro de 2010

Responsabilidade pessoal

Capítulo 2.

"Um homem pode falhar muitas vezes, mas ele só se torna um fracasso quando começa a colocar a culpa em outras pessoas." [Anônimo]
Neste capítulo do livro constata-se que cada momento significa uma escolha, e que estas implicam consequências, custos e benefícios.
Diz assim um trechinho sobre as escolhas:

"Esse é o benefício inicial que se tem ao selecionar a capacidade de escolha em vez de postura de vítima. Ser pessoalmente responsável significa assumir uma postura de que você mesmo é a causa das situações pelas quais passa, em razão das escolhas que fez. Você se tornará um samurai compassivo quando decidir enxergar qe é pessoalmente responsável por tudo que ocorre na sua vida."

19 de novembro de 2010

"Como ser extraordinário...

em um mundo comum - A filosofia Samurai" [Brian Klemer], o livro que estou lendo, quase terminando!

Destacarei aqui alguns trechos dos capítulos.


Capítulo I - Compromisso
"A pessoa comum não se importa com a fidelidade aos seus compromissos, e sua palavra passou a ter um valor tão baixo que ela a descumpre quase todos os dias...."
Conclusão:
"Os Samurais de bom coração dizem o que realmente têm intenção de dizer, e agem de acordo. Eles fazem promessas e as cumprem. As pessoas comuns fazem o que dizem enquanto lhes for conveniente."


16 de novembro de 2010

O espírito da coisa



Engraçado, as voltas que a vida dá, os ciclos, as fases... A gente percebe muitas coisas que antes pareciam bem encobertas! Sabemos de coisas que nos fazem pensar o quanto agimos de forma ingênua com coisas que precisavam de malícia!
E como o passado é uma bagagem, eu o quero com alças, rodinhas e de preferência com uma estampa bem legal! Quantos fardos desnecessários vamos levando pelo caminho... E esquecemos que fomos nós mesmos que os assumimos!

Me perguntei: vale a pena perder a alma por um sonho? A resposta que encontrei: Não, una sua alma a seu sonho! Tem que valer a pena! Tem que ter prazer e alegria na caminhada! Senão, algo está errado! Esse é o espírito da coisa!

Com essas questões resolvidas, fica melhor de encaminhar as questões práticas, tocar a vida, com beleza, suavidade e paz! Importante essa fase que passei, consegui rever muitas coisas, sentimentos, opções...
Ao longo dos meus anos encontrei muitas pessoas, muitos tipos. Algumas pessoas me marcaram muito positivamente, outras me magoaram demais.
Triste saber que as pessoas que mais significam vão ficando pelo caminho e as que me magoam estão sempre aí. Parece que para me lembrar das feridas que causaram.
Aos poucos vou passando por essa fase, dia a dia com menos dor e tristeza, compreendendo mais ainda as coisas que vieram, de onde vieram e pra onde vão...

15 de novembro de 2010

11 de novembro de 2010

Fases II

O caminho normal é viver como todo mundo. No entanto, vez por outra é fundamental andar em sentido contrário...

2 de novembro de 2010

Fases...

É como mergulhar em um mar de águas geladas.

Por toda parte o frio, o abandono.
Ninguém à vista, nada de sorrisos calorosos, mãos amigas, solidariedade...


É assim quando o mundo nos vira as costas, os amigos fogem, e nada parece dar certo.

Fases... Momentos... Que passam, mas a gente nunca esquece!

30 de outubro de 2010

Vida real

Nunca a lua está ao alcance da mão, nunca o fruto está maduro, nunca o vinho está no ponto.

Sombras, lágrimas. Nunca estamos satisfeitos. Mas, há uma forma melhor de viver!

A partir do momento em que decidimos ser felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim.

É que percebemos que a felicidade não está na riqueza material, na casa nova, no carro novo, naquela carreira, naquela pessoa.

E jamais está à venda.
Quando não conseguimos achar satisfação dentro de nós para ter alegria, estamos fadados à decepção.

26 de outubro de 2010

Homenagem

Minha homenagem ao aniversariante do dia, eu amo esse homem!
Milton Nascimento!

Minhas preferidas entre tantas, tive que escolher!!!
Milton nasceu em 26/10/42.







25 de outubro de 2010

Leitura

Nesta fase de reivenção de caminhos, nova postura diante das pessoas, estou re-lendo e lendo livros que deixei esquecido num cantinho do armário e outros que descobri na livraria.
Hoje indico este, que está ajudando muito nesta minha busca por uma redefinição de conceitos e melhor aproveitamento das oportunidades!

Eis:
Como ser Extraordinário em um Mundo Comum - A Filosofia Samurai
Autor: Brian Klemmer
Editora: Larousse Brasil

21 de outubro de 2010

Selo

Recebi este lindo selo da amiga blogueira Luciana,










as regras são:

1- Escrever o nome da criadora do selo e de quem te indicou.
Criadora é a Tammy, do Tammy'Natural, recebi da Luciana Klopper, do blog http://olhosepensamentos.blogspot.com

2- Quais sonhos eu desejo que se realizem?
-Que todos que eu amo sejam felizes, com saúde.
-Mudar de cidade daqui uns 4 anos.
-Reencontrar uma pessoa importante.

3- Indicar 4 blogs:
http://trishamiragem.blogspot.com/

http://asconfissoesdaflordelis.blogspot.com/
http://iara-alencar.blogspot.com/
http://olhosdemar.blogspot.com/


Obrigada Lu, sabe que andava com saudades dos tais selinhos... São criativos!

19 de outubro de 2010

Pequenos milagres

Esperando um pequeno milagre!


[Se eu pudesse escolher um super poder, neste momento que estou vivendo, escolheria ficar invisível...]

13 de outubro de 2010

Tristeza imensa...


Vai em paz meu amigo, sempre estará em meu coração.
]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]
Perdi um grande amigo, confidente, gente que vale a pena sabe?
Estou muito arrasada, questionando tudo e me perguntando os porquês.
André, meu amigo querido, Deus te acolha, que teu sorriso ilumine nosso caminhar.
000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
*André, tinha 27 anos, teve um infarto fulminante, morreu ao chegar no Hospital, em Pelotas-RS, na tarde de ontem.

11 de outubro de 2010

Momentos...

Tenho vivido todos os momentos de forma intensa, uns únicos, outros dispensáveis...
Em todo caso, a vida é deliciosa...

Sempre! Cheia de sabores e emoções.
Algumas eu não tinha provado!

Estou me deliciando!

Bom feriado pra você!

8 de outubro de 2010

O melhor de mim

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos.

Não existem príncipes nem princesas.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.

5 de outubro de 2010

Poema


"Poema de Nelson Elias sobre melodia de Márcio Valverde"


Deixei-a naquela esquina
Como se bem não amara mais
Requinte das vaidades
Dos olhos pingam saudades
E as mãos num sem-que-fazer
Passam horas a tecer
A falta que ela me faz
É ofício de rendeira
Um bilro, um fio, um ponto, um laço
Desmancho tudo que faço
E nem desfaço, refaço
Pra dar o que fazer as mãos
Tecendo seu agasalho
Em fios de lã de saudade
Capote, manta, ilusão.

4 de outubro de 2010

Segunda-feira!

Para dar sentido a minha segunda-feira lembro aqui duas pessoas que fizeram a diferença em seu tempo!

Hoje é dia de São Francisco de Assis, ele que era filho de comerciantes, Francisco Bernardone nasceu em Assis, na Umbria, em 1182. Nasceu em berço de ouro, pois a família tinha posses suficientes para que levasse uma vida sem preocupações. Não seguiu a profissão do pai, embora este o desejasse.
Morreu em 4 de outubro de 1226, com quarenta e quatro anos. Dois anos depois, o papa Gregório IX o canonizou. São Francisco de Assis viveu na pobreza, mas sua obra é de uma riqueza jamais igualada para toda a Igreja Católica e para a humanidade.
Assim, nada mais adequado ter ele sido escolhido como o padroeiro do meio ambiente e da ecologia. Por isso que no dia de sua festa é comemorado o "Dia Universal da Anistia", o "Dia Mundial da Natureza" e o "Dia Mundial dos Animais". Mas poderia ser, mesmo, o Dia da Caridade e de tantos outros atributos. A data de sua morte foi, ao mesmo tempo, a do nascimento de uma nova consciência mundial de paz, a ser partilhada com a solidariedade total entre os seres humanos de boa vontade, numa convivência respeitosa com a natureza.
Gosto sempre de recordar que estudei em colégio franciscano e sempre tínhamos alguma atividade ecológica neste dia!
Uma das mais belas orações é sem dúvida a "Oração de São Francisco", um hino de vida e pela paz!

[Ilustração: S. Francisco / Nicholas Roerich. 1932.]
Quero fazer memória, neste 4 de outubro, de Mercedes Sosa. Ela que nasceu em San Miguel de Tucumán, na província de Tucumán, no noroeste da Argentina.
Admiro muito sua obra, suas canções e como as interpretava, ela morreu aos 74 anos de idade em 4 de outubro de 2009, às 5h15min (horário local), em Buenos Aires.

Uma das minhas preferidas, cantava para meu irmão dormir...


Boa semana!

1 de outubro de 2010

Pense bem!

♪"...E o futuro se anuncia num outdoor, luminoso, luminoso o futuro se anuncia.. Não é que eu ache que o mundo tenha salvação..."

27 de setembro de 2010

Amar...

Amar é uma mistura de alegria e medo;
de paz por um lado e ameaça de guerra pelo outro.
É pensar que a felicidade tem nome e endereço.
É temer não estar à altura.
É sofrer tanto quanto querer.

¬ Bruno Campel ¬

25 de setembro de 2010

24 de setembro de 2010

Quanto tempo dura um sorriso?

Dura o tempo de me desmontar...
Aquele sorriso que espero!

Dura o tempo de me fazer bem, de te fazer retribuir em silêncio.
Dura o quanto eu sonhar!

Dura o tempo de "quebrar o gelo" no trabalho novo...
De fazer amigos da janela do ônibus!

Dura o tempo de me fazer esquecer da maldade no mundo,
De me fazer lembrar que é gratuito assim como o amor!

Dura o tempo da surpresa,
Até encher os olhos e eles se fecharem de satisfação!

Dura o tempo de ver o bem que faz a um amigo na fossa,
De vê-lo gerar bem estar aos que me rodeiam.

O sorriso, ah! O sorriso dura o tempo que eu quiser...
É um momento bonito, sem custo algum, derruba argumentos, alimenta a alma...

Enche os lábios e o coração!

22 de setembro de 2010

Decepção

Sempre acredito na sinceridade das pessoas, nas intenções, principalmente quando dizem isso verbalmente e me olham nos olhos...
Mas nos últimos tempos, eu tenho me decepcionado tanto, que estou tendo que rever os meus conceitos.

21 de setembro de 2010

Gotas

Sou tanto e sou tão pouco...

A chuva vem, como boa companhia,

Com seus pingos ritmados,

Mostrando que tudo se modifica, umedece, cresce.

Cada gota que cai enche meu coração de esperança...

Há momentos em que a mudança espera apenas a nossa decisão.


17 de setembro de 2010

Meditação

Nego-me a ma submeter ao medo
Que me tira a alegria da minha liberdade
Que não me deixa arriscar nada
Que me torna pequeno e mesquinho
Que me amarra
Que não me deixa ser direto e franco
Que me persegue
Que ocupa negativamente a minha imaginação
Que sempre pinta visões sombrias

No entanto
Não quero levantar barricadas por medo do medo
Eu quero viver e não quero encerrar-me
Não quero ser amigável por medo de ser sincero
Quero pisar firme porque estou seguro
E não para encobrir o meu medo
E quando me calo
Quero fazê-lo porque amo
E não por temer as conseqüências de minhas palavras

Não quero acreditar em algo
Só pelo medo de não acreditá-lo
Não quero filosofar
Por medo de que algo possa atingir-me de perto

Não quero dobrar-me
Só porque tenho medo de não ser amável
Não quero impor algo aos outros
Pelo medo de que possam impor algo a mim
Por medo de errar
Não quero me tornar inativo
Não quero fugir d e volta para o velho, o inaceitável
Por medo de não me sentir seguro de novo

Não quero fazer-me importante
Porque tenho medo de que se não, poderia ser ignorado.

Por convicção e amor
Quero fazer o que eu faço
E deixar de fazer o que deixo de fazer

Ao medo quero arrancar o domínio
E dá-lo ao amor
E quero crer no reino que existe em mim

Rudolf Steiner

16 de setembro de 2010

Iupi... 4 anos!

O .Sem Gorduras Trans. está de niver!
São quatro anos bem recheados, de palavras, imagens deliciosas, mensagens e principalmente de amigos e amigas!

Agradeço aos que acompanham este blog desde a criação e aos que foram surgindo nesses anos.

Obrigada a todos pelos comentários, pelas alegrias e sentimentos compartilhados!


O primeiro pedaço do bolo é pra você!


15 de setembro de 2010

Uma oração


Recuse-se a cair
Se não puder se recusar a cair,
Recuse-se a ficar no chão.
Se não puder se recusar a ficar no chão,
Eleve o coração aos céus
E, como um mendigo faminto,
Peça que o encham.
E ele será cheio.
Podem empurrá-lo para baixo,
Podem impedi-lo de se levantar.
Mas ninguém pode impedi-lo
De elevar o seu coração aos céus
Só você
É no meio da aflição
Que tantas coisas ficam claras
Quem diz que nada de bom
Resultou disso
Ainda não está escutando.


Clarissa Pinkola Estés, do livro
O Jardineiro que tinha Fé.
Editora Rocco, RJ.

14 de setembro de 2010

Opções

"Sempre que houver alternativas, tenha cuidado.
Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável,
pelo socialmente aceitável, pelo honroso.
Opte pelo que faz o seu coração vibrar."

Osho

27 de dezembro de 2010

Espera...

Caminho com ansiedade para degustar de uma vez o ano novinho em folha!

Fico ansiosa nestes dias prévios!
Aff...
Caminho com ansiedade para revelar a beleza de um ano novinho em frente!
Sem as repetições de 2010...
Caminho com ansiedade para apalpar com delicadeza um ano cheio de esperanças pra mim!

Vai ser um tempo novo, com coisas boas... Tenho fé nisso.
Não, não quero esquecer 2010, ele me ensinou muito. Foi um ano de revelações! Foi o ano que mais me decepcionei com pessoas... As conheci de verdade!
Quero experimentar de uma vez o ano novinho, cheirando a coisa saborosa saindo do forno!

23 de dezembro de 2010

Feliz Natal


Um super beijo! Vivam intensamente este momento de alegria!

19 de dezembro de 2010

Preparativos...

Viva intensamente o verdadeiro sentido do Natal, o resto é enfeite!!!

16 de dezembro de 2010

Posso estar errada!

Dale Carnegie, autor do best seller "Como fazer amigos e influenciar pessoas", afirma que você nunca terá aborrecimentos admitindo que pode estar errado.
Isto evitará discussões e fará com que o outro companheiro se torne tão inteligente, e tão claro e tão sensato como foi você.
Fará com que ele também queira admitir que pode estar errado.
A inflexibilidade de uma opinião gera quase sempre aversão. Um gesto de humildade sempre inspira outro.

Nesta semana, estou errada... Em tudo que achava que era certo!

13 de dezembro de 2010

8 de dezembro de 2010

Desejo a você

Se você sente que lhe faltam a força e a coragem,
queira Deus que o mundo possa abraçá-lo hoje com seu calor e Amor!
... e que o vento possa levar-lhe uma voz
que lhe diz que há um Amigo em algum lugar do Mundo
desejando que você esteja bem...


[Silvia Schmidt]

4 de dezembro de 2010

Meditação

Nego-me a ma submeter ao medo
Que me tira a alegria da minha liberdade
Que não me deixa arriscar nada
Que me torna pequeno e mesquinho
Que me amarra
Que não me deixa ser direto e franco
Que me persegue
Que ocupa negativamente a minha imaginação
Que sempre pinta visões sombrias

No entanto
Não quero levantar barricadas por medo do medo
Eu quero viver e não quero encerrar-me
Não quero ser amigável por medo de ser sincero
Quero pisar firme porque estou seguro
E não para encobrir o meu medo
E quando me calo
Quero fazê-lo porque amo
E não por temer as conseqüências de minhas palavras

Não quero acreditar em algo
Só pelo medo de não acreditá-lo
Não quero filosofar
Por medo de que algo possa atingir-me de perto

Não quero dobrar-me
Só porque tenho medo de não ser amável
Não quero impor algo aos outros
Pelo medo de que possam impor algo a mim
Por medo de errar
Não quero me tornar inativo
Não quero fugir d e volta para o velho, o inaceitável
Por medo de não me sentir seguro de novo

Não quero fazer-me importante
Porque tenho medo de que se não, poderia ser ignorado.

Por convicção e amor
Quero fazer o que eu faço
E deixar de fazer o que deixo de fazer

Ao medo quero arrancar o domínio
E dá-lo ao amor
E quero crer no reino que existe em mim
[Rudolf Steiner]

29 de novembro de 2010

Reinventar nossos dias

Inventar e reinventar cada dia, redescobrir sensações e planejar melhor as coisas da vida.
Acredito que seremos felizes se tivermos a sabedoria para descomplicar as questões, acolher os limites, compreender e superar dificuldades.

Apreendi que a vida é feita de opções. E a vida, assim como a felicidade, é uma conquista.
Podemos sorvê-la, em grande dose em um momento, em um dia e estarmos felizes.
Podemos escolher, como desejamos a nossa felicidade: em tempo vertical ou em tempo horizontal.

25 de novembro de 2010

Um novo jeito de fazer

Estou numa fase de escolher caminhos...
Acordar para um novo olhar das coisas!

Estou tirando minha vida da estante novamente...
Hora de organizar as prateleiras, tirar o pó!

Achei que seria mais fácil e prático realizar esta tarefa.

Enganei-me, redondamente...
Passei muito tempo da minha vida trabalhando num setor só.

Temos a teimosia de querer repetir as coisas, refazer caminhos ao invés de descobrir novos...

Agora me dedico, neste período de readaptação, a criar gansos (vou postar aqui essa aventura), fazendo conservas, estudar e pensando no Natal, daqui a um mês, pois toda a família vem passar conosco!
De qualquer forma estou já pensando em 2011, pois tudo que estou projetando agora serão minhas realizações para o ano que virá!

Por isso, meu maior desafio é redescobrir caminhos e um novo olhar sobre os caminhos repetidos... Inevitáveis!


24 de novembro de 2010

Palavras

Eu já ouvi tantas palavras por aí...
Algumas doces, outras amargas, outras azedas mesmo.

Eu já li tantas palavras por aí...
Umas ácidas, outras libertadoras e muitas que magoam.

Eu já engoli tantas palavras...
Umas em minha defesa, outras que eram armas certeiras e que não poderiam ser ditas, então as engoli, sem receio...

Eu já guardei tantas palavras...
Umas que me auxiliaram muito a crescer, outras que me machucaram muito, reservei a essas uma caixinha especial...

Eu já deixei escapar tantas palavras...
Umas saíram sem querer e geraram risos, outras foram de amor, muitas de pavor...
Outras que deixei escapar e até hoje estão perdidas por aí, se perderam pelo mundo...

Palavra que liberta, que adiciona, que é de paz, de medo, de alegria e de amor...
São tantas palavras, tantos dizeres...

Para todas as palavras deixo a porta aberta, afinal elas entram sem pedir licença!
Algumas antes de entrar definitivamente ficam martelando na cabeça, depois entram também, ficam por muito tempo e depois vão embora...

Palavras, palavrinhas, palavrões... Escritas, faladas, pensadas, choradas, censuradas, gritadas e engolidas.
De todo jeito elas estão aí, aos montes e cada uma tem a sua essência e muitas carregada de sentido que o tempo lhe deu.

23 de novembro de 2010

Amor em tudo

Irradiamos, sem perceber, tudo aquilo que vai em nossa alma. Mesmo que nos escondamos por trás da mudez, do silêncio, emitimos vibrações constantemente.
Quando estamos tristes, quando estamos chorosos por dentro, quando estamos sem esperança...
E, principalmente quando estamos amando...
Ah! O mundo passa a ser pequeno demais, as noites curtas demais, os dias mais vivos e coloridos!
Sonhamos e queremos alcançar muito quando temos amores... Pois são vários, são amores de todo jeito, mais quietos, mais assanhados, mais empolgantes...

E, se muitos acham que a vida é feita de incertezas, e se desesperam com facilidade, aqui vai mais uma certeza reconfortante: A de que podemos contar sempre com nossos amores.

22 de novembro de 2010

Responsabilidade pessoal

Capítulo 2.

"Um homem pode falhar muitas vezes, mas ele só se torna um fracasso quando começa a colocar a culpa em outras pessoas." [Anônimo]
Neste capítulo do livro constata-se que cada momento significa uma escolha, e que estas implicam consequências, custos e benefícios.
Diz assim um trechinho sobre as escolhas:

"Esse é o benefício inicial que se tem ao selecionar a capacidade de escolha em vez de postura de vítima. Ser pessoalmente responsável significa assumir uma postura de que você mesmo é a causa das situações pelas quais passa, em razão das escolhas que fez. Você se tornará um samurai compassivo quando decidir enxergar qe é pessoalmente responsável por tudo que ocorre na sua vida."

19 de novembro de 2010

"Como ser extraordinário...

em um mundo comum - A filosofia Samurai" [Brian Klemer], o livro que estou lendo, quase terminando!

Destacarei aqui alguns trechos dos capítulos.


Capítulo I - Compromisso
"A pessoa comum não se importa com a fidelidade aos seus compromissos, e sua palavra passou a ter um valor tão baixo que ela a descumpre quase todos os dias...."
Conclusão:
"Os Samurais de bom coração dizem o que realmente têm intenção de dizer, e agem de acordo. Eles fazem promessas e as cumprem. As pessoas comuns fazem o que dizem enquanto lhes for conveniente."


18 de novembro de 2010

16 de novembro de 2010

O espírito da coisa



Engraçado, as voltas que a vida dá, os ciclos, as fases... A gente percebe muitas coisas que antes pareciam bem encobertas! Sabemos de coisas que nos fazem pensar o quanto agimos de forma ingênua com coisas que precisavam de malícia!
E como o passado é uma bagagem, eu o quero com alças, rodinhas e de preferência com uma estampa bem legal! Quantos fardos desnecessários vamos levando pelo caminho... E esquecemos que fomos nós mesmos que os assumimos!

Me perguntei: vale a pena perder a alma por um sonho? A resposta que encontrei: Não, una sua alma a seu sonho! Tem que valer a pena! Tem que ter prazer e alegria na caminhada! Senão, algo está errado! Esse é o espírito da coisa!

Com essas questões resolvidas, fica melhor de encaminhar as questões práticas, tocar a vida, com beleza, suavidade e paz! Importante essa fase que passei, consegui rever muitas coisas, sentimentos, opções...
Ao longo dos meus anos encontrei muitas pessoas, muitos tipos. Algumas pessoas me marcaram muito positivamente, outras me magoaram demais.
Triste saber que as pessoas que mais significam vão ficando pelo caminho e as que me magoam estão sempre aí. Parece que para me lembrar das feridas que causaram.
Aos poucos vou passando por essa fase, dia a dia com menos dor e tristeza, compreendendo mais ainda as coisas que vieram, de onde vieram e pra onde vão...

15 de novembro de 2010

Pensamento


" É preciso pensar para acertar, calar para resistir e agir para vencer."

[Renato Kebl]

11 de novembro de 2010

Fases II

O caminho normal é viver como todo mundo. No entanto, vez por outra é fundamental andar em sentido contrário...

2 de novembro de 2010

Fases...

É como mergulhar em um mar de águas geladas.

Por toda parte o frio, o abandono.
Ninguém à vista, nada de sorrisos calorosos, mãos amigas, solidariedade...


É assim quando o mundo nos vira as costas, os amigos fogem, e nada parece dar certo.

Fases... Momentos... Que passam, mas a gente nunca esquece!

30 de outubro de 2010

Vida real

Nunca a lua está ao alcance da mão, nunca o fruto está maduro, nunca o vinho está no ponto.

Sombras, lágrimas. Nunca estamos satisfeitos. Mas, há uma forma melhor de viver!

A partir do momento em que decidimos ser felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim.

É que percebemos que a felicidade não está na riqueza material, na casa nova, no carro novo, naquela carreira, naquela pessoa.

E jamais está à venda.
Quando não conseguimos achar satisfação dentro de nós para ter alegria, estamos fadados à decepção.

26 de outubro de 2010

Homenagem

Minha homenagem ao aniversariante do dia, eu amo esse homem!
Milton Nascimento!

Minhas preferidas entre tantas, tive que escolher!!!
Milton nasceu em 26/10/42.







25 de outubro de 2010

Leitura

Nesta fase de reivenção de caminhos, nova postura diante das pessoas, estou re-lendo e lendo livros que deixei esquecido num cantinho do armário e outros que descobri na livraria.
Hoje indico este, que está ajudando muito nesta minha busca por uma redefinição de conceitos e melhor aproveitamento das oportunidades!

Eis:
Como ser Extraordinário em um Mundo Comum - A Filosofia Samurai
Autor: Brian Klemmer
Editora: Larousse Brasil

23 de outubro de 2010

21 de outubro de 2010

Selo

Recebi este lindo selo da amiga blogueira Luciana,










as regras são:

1- Escrever o nome da criadora do selo e de quem te indicou.
Criadora é a Tammy, do Tammy'Natural, recebi da Luciana Klopper, do blog http://olhosepensamentos.blogspot.com

2- Quais sonhos eu desejo que se realizem?
-Que todos que eu amo sejam felizes, com saúde.
-Mudar de cidade daqui uns 4 anos.
-Reencontrar uma pessoa importante.

3- Indicar 4 blogs:
http://trishamiragem.blogspot.com/

http://asconfissoesdaflordelis.blogspot.com/
http://iara-alencar.blogspot.com/
http://olhosdemar.blogspot.com/


Obrigada Lu, sabe que andava com saudades dos tais selinhos... São criativos!

19 de outubro de 2010

Pequenos milagres

Esperando um pequeno milagre!


[Se eu pudesse escolher um super poder, neste momento que estou vivendo, escolheria ficar invisível...]

17 de outubro de 2010

Minha semana...

com esse horário fica assim ó...

13 de outubro de 2010

Tristeza imensa...


Vai em paz meu amigo, sempre estará em meu coração.
]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]]
Perdi um grande amigo, confidente, gente que vale a pena sabe?
Estou muito arrasada, questionando tudo e me perguntando os porquês.
André, meu amigo querido, Deus te acolha, que teu sorriso ilumine nosso caminhar.
000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
*André, tinha 27 anos, teve um infarto fulminante, morreu ao chegar no Hospital, em Pelotas-RS, na tarde de ontem.

11 de outubro de 2010

Momentos...

Tenho vivido todos os momentos de forma intensa, uns únicos, outros dispensáveis...
Em todo caso, a vida é deliciosa...

Sempre! Cheia de sabores e emoções.
Algumas eu não tinha provado!

Estou me deliciando!

Bom feriado pra você!

8 de outubro de 2010

O melhor de mim

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos.

Não existem príncipes nem princesas.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.

5 de outubro de 2010

Poema


"Poema de Nelson Elias sobre melodia de Márcio Valverde"


Deixei-a naquela esquina
Como se bem não amara mais
Requinte das vaidades
Dos olhos pingam saudades
E as mãos num sem-que-fazer
Passam horas a tecer
A falta que ela me faz
É ofício de rendeira
Um bilro, um fio, um ponto, um laço
Desmancho tudo que faço
E nem desfaço, refaço
Pra dar o que fazer as mãos
Tecendo seu agasalho
Em fios de lã de saudade
Capote, manta, ilusão.

4 de outubro de 2010

Segunda-feira!

Para dar sentido a minha segunda-feira lembro aqui duas pessoas que fizeram a diferença em seu tempo!

Hoje é dia de São Francisco de Assis, ele que era filho de comerciantes, Francisco Bernardone nasceu em Assis, na Umbria, em 1182. Nasceu em berço de ouro, pois a família tinha posses suficientes para que levasse uma vida sem preocupações. Não seguiu a profissão do pai, embora este o desejasse.
Morreu em 4 de outubro de 1226, com quarenta e quatro anos. Dois anos depois, o papa Gregório IX o canonizou. São Francisco de Assis viveu na pobreza, mas sua obra é de uma riqueza jamais igualada para toda a Igreja Católica e para a humanidade.
Assim, nada mais adequado ter ele sido escolhido como o padroeiro do meio ambiente e da ecologia. Por isso que no dia de sua festa é comemorado o "Dia Universal da Anistia", o "Dia Mundial da Natureza" e o "Dia Mundial dos Animais". Mas poderia ser, mesmo, o Dia da Caridade e de tantos outros atributos. A data de sua morte foi, ao mesmo tempo, a do nascimento de uma nova consciência mundial de paz, a ser partilhada com a solidariedade total entre os seres humanos de boa vontade, numa convivência respeitosa com a natureza.
Gosto sempre de recordar que estudei em colégio franciscano e sempre tínhamos alguma atividade ecológica neste dia!
Uma das mais belas orações é sem dúvida a "Oração de São Francisco", um hino de vida e pela paz!

[Ilustração: S. Francisco / Nicholas Roerich. 1932.]
Quero fazer memória, neste 4 de outubro, de Mercedes Sosa. Ela que nasceu em San Miguel de Tucumán, na província de Tucumán, no noroeste da Argentina.
Admiro muito sua obra, suas canções e como as interpretava, ela morreu aos 74 anos de idade em 4 de outubro de 2009, às 5h15min (horário local), em Buenos Aires.

Uma das minhas preferidas, cantava para meu irmão dormir...


Boa semana!

1 de outubro de 2010

Pense bem!

♪"...E o futuro se anuncia num outdoor, luminoso, luminoso o futuro se anuncia.. Não é que eu ache que o mundo tenha salvação..."

29 de setembro de 2010

Mesmo

Preciso, mesmo, urgentemente pescar novos sonhos!

27 de setembro de 2010

Amar...

Amar é uma mistura de alegria e medo;
de paz por um lado e ameaça de guerra pelo outro.
É pensar que a felicidade tem nome e endereço.
É temer não estar à altura.
É sofrer tanto quanto querer.

¬ Bruno Campel ¬

25 de setembro de 2010

Gotinha

"... para o desejo do meu coração
o mar é uma gota."

¬ Adélia Prado ¬


24 de setembro de 2010

Quanto tempo dura um sorriso?

Dura o tempo de me desmontar...
Aquele sorriso que espero!

Dura o tempo de me fazer bem, de te fazer retribuir em silêncio.
Dura o quanto eu sonhar!

Dura o tempo de "quebrar o gelo" no trabalho novo...
De fazer amigos da janela do ônibus!

Dura o tempo de me fazer esquecer da maldade no mundo,
De me fazer lembrar que é gratuito assim como o amor!

Dura o tempo da surpresa,
Até encher os olhos e eles se fecharem de satisfação!

Dura o tempo de ver o bem que faz a um amigo na fossa,
De vê-lo gerar bem estar aos que me rodeiam.

O sorriso, ah! O sorriso dura o tempo que eu quiser...
É um momento bonito, sem custo algum, derruba argumentos, alimenta a alma...

Enche os lábios e o coração!

22 de setembro de 2010

Decepção

Sempre acredito na sinceridade das pessoas, nas intenções, principalmente quando dizem isso verbalmente e me olham nos olhos...
Mas nos últimos tempos, eu tenho me decepcionado tanto, que estou tendo que rever os meus conceitos.

21 de setembro de 2010

Gotas

Sou tanto e sou tão pouco...

A chuva vem, como boa companhia,

Com seus pingos ritmados,

Mostrando que tudo se modifica, umedece, cresce.

Cada gota que cai enche meu coração de esperança...

Há momentos em que a mudança espera apenas a nossa decisão.


17 de setembro de 2010

Meditação

Nego-me a ma submeter ao medo
Que me tira a alegria da minha liberdade
Que não me deixa arriscar nada
Que me torna pequeno e mesquinho
Que me amarra
Que não me deixa ser direto e franco
Que me persegue
Que ocupa negativamente a minha imaginação
Que sempre pinta visões sombrias

No entanto
Não quero levantar barricadas por medo do medo
Eu quero viver e não quero encerrar-me
Não quero ser amigável por medo de ser sincero
Quero pisar firme porque estou seguro
E não para encobrir o meu medo
E quando me calo
Quero fazê-lo porque amo
E não por temer as conseqüências de minhas palavras

Não quero acreditar em algo
Só pelo medo de não acreditá-lo
Não quero filosofar
Por medo de que algo possa atingir-me de perto

Não quero dobrar-me
Só porque tenho medo de não ser amável
Não quero impor algo aos outros
Pelo medo de que possam impor algo a mim
Por medo de errar
Não quero me tornar inativo
Não quero fugir d e volta para o velho, o inaceitável
Por medo de não me sentir seguro de novo

Não quero fazer-me importante
Porque tenho medo de que se não, poderia ser ignorado.

Por convicção e amor
Quero fazer o que eu faço
E deixar de fazer o que deixo de fazer

Ao medo quero arrancar o domínio
E dá-lo ao amor
E quero crer no reino que existe em mim

Rudolf Steiner

16 de setembro de 2010

Iupi... 4 anos!

O .Sem Gorduras Trans. está de niver!
São quatro anos bem recheados, de palavras, imagens deliciosas, mensagens e principalmente de amigos e amigas!

Agradeço aos que acompanham este blog desde a criação e aos que foram surgindo nesses anos.

Obrigada a todos pelos comentários, pelas alegrias e sentimentos compartilhados!


O primeiro pedaço do bolo é pra você!


15 de setembro de 2010

Uma oração


Recuse-se a cair
Se não puder se recusar a cair,
Recuse-se a ficar no chão.
Se não puder se recusar a ficar no chão,
Eleve o coração aos céus
E, como um mendigo faminto,
Peça que o encham.
E ele será cheio.
Podem empurrá-lo para baixo,
Podem impedi-lo de se levantar.
Mas ninguém pode impedi-lo
De elevar o seu coração aos céus
Só você
É no meio da aflição
Que tantas coisas ficam claras
Quem diz que nada de bom
Resultou disso
Ainda não está escutando.


Clarissa Pinkola Estés, do livro
O Jardineiro que tinha Fé.
Editora Rocco, RJ.

14 de setembro de 2010

Opções

"Sempre que houver alternativas, tenha cuidado.
Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável,
pelo socialmente aceitável, pelo honroso.
Opte pelo que faz o seu coração vibrar."

Osho