30 de outubro de 2010

Vida real

Nunca a lua está ao alcance da mão, nunca o fruto está maduro, nunca o vinho está no ponto.

Sombras, lágrimas. Nunca estamos satisfeitos. Mas, há uma forma melhor de viver!

A partir do momento em que decidimos ser felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim.

É que percebemos que a felicidade não está na riqueza material, na casa nova, no carro novo, naquela carreira, naquela pessoa.

E jamais está à venda.
Quando não conseguimos achar satisfação dentro de nós para ter alegria, estamos fadados à decepção.

2 comentários:

  1. "A partir do momento em que decidimos ser felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim."

    Genial e verdadeiro... Bjs

    ResponderExcluir
  2. belíssima poesia, belíssima reflexão...
    beijos
    ;*

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

30 de outubro de 2010

Vida real

Nunca a lua está ao alcance da mão, nunca o fruto está maduro, nunca o vinho está no ponto.

Sombras, lágrimas. Nunca estamos satisfeitos. Mas, há uma forma melhor de viver!

A partir do momento em que decidimos ser felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim.

É que percebemos que a felicidade não está na riqueza material, na casa nova, no carro novo, naquela carreira, naquela pessoa.

E jamais está à venda.
Quando não conseguimos achar satisfação dentro de nós para ter alegria, estamos fadados à decepção.

2 comentários:

  1. "A partir do momento em que decidimos ser felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim."

    Genial e verdadeiro... Bjs

    ResponderExcluir
  2. belíssima poesia, belíssima reflexão...
    beijos
    ;*

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...