3 de janeiro de 2017

Muito em pouco tempo

Faz um tempinho que não escrevo aqui.
Gosto tanto desse blog, já me deu tantas alegrias, fiz amigas.
Já estamos em 2017. Desejo um ano lindo pra gente.
Desde a última vez que escrevi muitas coisas aconteceram, já sou até mãe!!
Minha filha nasceu em 06 de novembro. Estela, minha estrelinha.
Muitos desafios se apresentaram, momentos bons outros nem tanto, mas temos que seguir...
A vida merece que a gente não desista!
Ainda que dificuldades se apresentem, tentemos ser gratas por aquilo que nos acontece e nos faz pensar: puxa vida! Escapei dessa!
Que este novo ano nos mostre mais momentos, ainda que pequenos, ao qual devemos agradecer!

Até.



28 de dezembro de 2015

Vamos ser livres?

"Como é triste a prudência!"
Ela nos guarda sãos e salvos em sua bolha vedada,
livres de todo risco,
inclusive do imenso risco de descobrir-se novo, vivo
e capaz de saber descrever como pode ser avassalador VIVER!


25 de dezembro de 2015

É tempo...

"Deus lá nas alturas olhou pra terra e a beleza era tanta que até doeu.
Conversas de amigos, crianças, pés na água, abraços de namorados, nenezinhos ao seio, velhinhos de mãos dadas... E viu também jaboticabeiras floridas, milhares de abelhas, sombras de figueiras, longínquos pios de pássaros, silêncio de noites azuis, sons de viola... 
E teve inveja de nós. E até resolveu vir morar por aqui.
O céu desce à terra, nasceu como nós um menino... E desde então a vida inteira ficou sagrada."
[Rubem Alves]


3 de janeiro de 2017

Muito em pouco tempo

Faz um tempinho que não escrevo aqui.
Gosto tanto desse blog, já me deu tantas alegrias, fiz amigas.
Já estamos em 2017. Desejo um ano lindo pra gente.
Desde a última vez que escrevi muitas coisas aconteceram, já sou até mãe!!
Minha filha nasceu em 06 de novembro. Estela, minha estrelinha.
Muitos desafios se apresentaram, momentos bons outros nem tanto, mas temos que seguir...
A vida merece que a gente não desista!
Ainda que dificuldades se apresentem, tentemos ser gratas por aquilo que nos acontece e nos faz pensar: puxa vida! Escapei dessa!
Que este novo ano nos mostre mais momentos, ainda que pequenos, ao qual devemos agradecer!

Até.



28 de dezembro de 2015

Vamos ser livres?

"Como é triste a prudência!"
Ela nos guarda sãos e salvos em sua bolha vedada,
livres de todo risco,
inclusive do imenso risco de descobrir-se novo, vivo
e capaz de saber descrever como pode ser avassalador VIVER!


25 de dezembro de 2015

É tempo...

"Deus lá nas alturas olhou pra terra e a beleza era tanta que até doeu.
Conversas de amigos, crianças, pés na água, abraços de namorados, nenezinhos ao seio, velhinhos de mãos dadas... E viu também jaboticabeiras floridas, milhares de abelhas, sombras de figueiras, longínquos pios de pássaros, silêncio de noites azuis, sons de viola... 
E teve inveja de nós. E até resolveu vir morar por aqui.
O céu desce à terra, nasceu como nós um menino... E desde então a vida inteira ficou sagrada."
[Rubem Alves]