15 de setembro de 2010

Uma oração


Recuse-se a cair
Se não puder se recusar a cair,
Recuse-se a ficar no chão.
Se não puder se recusar a ficar no chão,
Eleve o coração aos céus
E, como um mendigo faminto,
Peça que o encham.
E ele será cheio.
Podem empurrá-lo para baixo,
Podem impedi-lo de se levantar.
Mas ninguém pode impedi-lo
De elevar o seu coração aos céus
Só você
É no meio da aflição
Que tantas coisas ficam claras
Quem diz que nada de bom
Resultou disso
Ainda não está escutando.


Clarissa Pinkola Estés, do livro
O Jardineiro que tinha Fé.
Editora Rocco, RJ.

2 comentários:

  1. e que ninguém subestime nossa força interior.
    ;)

    ResponderExcluir
  2. nossa, que lindo...
    é de encher o coração de esperança.
    nunca tinha pensado que mesmo não tendo mais forças para nada eu ainda tivesse algo a fazer antes de desistir... isso me faz pensar. sempre há uma saída...

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

15 de setembro de 2010

Uma oração


Recuse-se a cair
Se não puder se recusar a cair,
Recuse-se a ficar no chão.
Se não puder se recusar a ficar no chão,
Eleve o coração aos céus
E, como um mendigo faminto,
Peça que o encham.
E ele será cheio.
Podem empurrá-lo para baixo,
Podem impedi-lo de se levantar.
Mas ninguém pode impedi-lo
De elevar o seu coração aos céus
Só você
É no meio da aflição
Que tantas coisas ficam claras
Quem diz que nada de bom
Resultou disso
Ainda não está escutando.


Clarissa Pinkola Estés, do livro
O Jardineiro que tinha Fé.
Editora Rocco, RJ.

2 comentários:

  1. e que ninguém subestime nossa força interior.
    ;)

    ResponderExcluir
  2. nossa, que lindo...
    é de encher o coração de esperança.
    nunca tinha pensado que mesmo não tendo mais forças para nada eu ainda tivesse algo a fazer antes de desistir... isso me faz pensar. sempre há uma saída...

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...