2 de junho de 2009

Nenhuma borracha consegue

A palavra é uma forma preciosa de nos comunicarmos...
Ela alcança o coração!
Faz movimentar o mundo, enche tudo, completa a vida.
A palavra docemente dita pode ser esquecida, a palavra maldita não... Guardamos como mágoa...
Por que será que as palavras que nos causam decepção são guardadas num lugar especial e as que nos alegram são facilmente esquecidas?
Por que as pessoas não acreditam no que elas mesmas dizem?
Sim, isso mesmo que leu, não acreditam, pois se acreditassem o mundo não estaria assim...
Por que as palavras podem causar tanta decepção, mesmo vindo da mesma pessoa que pronunciou palavras de amor?
Atente-se ao que pronuncia, o tempo até apaga imagens, desfaz sabores mas não apaga palavras.
Dificil uma borracha que o faça.
Aliás, o tempo insiste em esconder a borracha, faz sobreviver o que é dito, quase sempre o que nos machucou...

7 comentários:

  1. Há uma certa vantagem em guardar o que nos machucou. De uma situação onde a princípio fomos mal sucedidos podemos tirar lições importantes para a nossa vida, desde que saibamos reconhecer onde houve erros da nossa parte. Se não soubermos visualizar os nossos erros não estamos prontos para aprender nada sobre a vida!

    Um grande abraço pra ti tá!

    ResponderExcluir
  2. gostei do post.. bem reflexivo.. interessante. Gostei. Eu ia dizer um ditado popular q me lembrei, mas o esqueci.. enfim.. é algo mto legal q vc disse...
    embora ache q vc esteja talvez brigada com alguem por causa deste post, é ou nao? eu escreveria se sim.. hhehe..
    melhoras, bjos
    alohaa

    ResponderExcluir
  3. Sou fã incondicional do seu blog, não sei o q tá hvendo q algumas vezes meus comentários não entram...:(
    Mas preciso dizer q o post do dia 28/05 vc escreveu por mim...nossa perfeito, como todo o blog

    ResponderExcluir
  4. O pior é quando as palavras não são ditas, e você fica com aquela aflição, aquela angústia por querer saber o que elas tinham pra dizer !

    As palavras são mágicas *-*

    Beeijos ;*

    ResponderExcluir
  5. gostei do texto! e é assim mesmo, uma palavra mal proferida faz estragos irreversiveis....

    ResponderExcluir
  6. Pois é, e parece que quando a pessoa que fala algo é alguém que amamos parece que machuca mais ainda, né? E às vezes também podemos machucar alguém sem perceber... ai, que difícil...

    bjaooo (ótimo post)

    ResponderExcluir
  7. Palavras traduzidas em vontade de expressar verbalmente.... apaixonante, involuntaria, eficaz e assustadoramente aruuinadora do silencio...rs...
    amei estar aqui...bjbjbj

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

2 de junho de 2009

Nenhuma borracha consegue

A palavra é uma forma preciosa de nos comunicarmos...
Ela alcança o coração!
Faz movimentar o mundo, enche tudo, completa a vida.
A palavra docemente dita pode ser esquecida, a palavra maldita não... Guardamos como mágoa...
Por que será que as palavras que nos causam decepção são guardadas num lugar especial e as que nos alegram são facilmente esquecidas?
Por que as pessoas não acreditam no que elas mesmas dizem?
Sim, isso mesmo que leu, não acreditam, pois se acreditassem o mundo não estaria assim...
Por que as palavras podem causar tanta decepção, mesmo vindo da mesma pessoa que pronunciou palavras de amor?
Atente-se ao que pronuncia, o tempo até apaga imagens, desfaz sabores mas não apaga palavras.
Dificil uma borracha que o faça.
Aliás, o tempo insiste em esconder a borracha, faz sobreviver o que é dito, quase sempre o que nos machucou...

7 comentários:

  1. Há uma certa vantagem em guardar o que nos machucou. De uma situação onde a princípio fomos mal sucedidos podemos tirar lições importantes para a nossa vida, desde que saibamos reconhecer onde houve erros da nossa parte. Se não soubermos visualizar os nossos erros não estamos prontos para aprender nada sobre a vida!

    Um grande abraço pra ti tá!

    ResponderExcluir
  2. gostei do post.. bem reflexivo.. interessante. Gostei. Eu ia dizer um ditado popular q me lembrei, mas o esqueci.. enfim.. é algo mto legal q vc disse...
    embora ache q vc esteja talvez brigada com alguem por causa deste post, é ou nao? eu escreveria se sim.. hhehe..
    melhoras, bjos
    alohaa

    ResponderExcluir
  3. Sou fã incondicional do seu blog, não sei o q tá hvendo q algumas vezes meus comentários não entram...:(
    Mas preciso dizer q o post do dia 28/05 vc escreveu por mim...nossa perfeito, como todo o blog

    ResponderExcluir
  4. O pior é quando as palavras não são ditas, e você fica com aquela aflição, aquela angústia por querer saber o que elas tinham pra dizer !

    As palavras são mágicas *-*

    Beeijos ;*

    ResponderExcluir
  5. gostei do texto! e é assim mesmo, uma palavra mal proferida faz estragos irreversiveis....

    ResponderExcluir
  6. Pois é, e parece que quando a pessoa que fala algo é alguém que amamos parece que machuca mais ainda, né? E às vezes também podemos machucar alguém sem perceber... ai, que difícil...

    bjaooo (ótimo post)

    ResponderExcluir
  7. Palavras traduzidas em vontade de expressar verbalmente.... apaixonante, involuntaria, eficaz e assustadoramente aruuinadora do silencio...rs...
    amei estar aqui...bjbjbj

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...