21 de abril de 2009

Salvem a marmelada!

Entidade relaciona os alimentos que correm risco de desaparecer no mundo. O Brasil tem 13 representantes na lista.
Gustavo de Almeida - Revista Isto É - 17-04-2009

Cheeseburger, hot-dog e milkshake; spaghetti, roast-beef e petit gateau; kafta e strudel. Milhões de brasileiros talvez nunca tenham falado os idiomas aos quais pertencem essas palavras, mas, certamente, já consumiram vários desses alimentos. Enquanto isso, pratos que representam as raízes do País parecem estrangeirismos na própria terra. E é exatamente pelo desconhecimento e baixo consumo que correm risco de desaparecer dos cardápios. Dão pouco lucro e, para agravar, exigem colheitas mais complexas. São, por isso, alimentos em extinção.
Há instituições e pessoas preocupadas com isso e trabalhando para que pratos típicos e ditos "locais" não sumam das mesas. O movimento internacional Slow Food - uma associação sem fins lucrativos fundada em 1986, na Itália - catalogou 750 alimentos ameaçados no mundo, num compêndio chamado Arca do Gosto, dos quais 13 são brasileiros. Todos são tão escassos que até os restaurantes especializados - como Navegador, no Rio de Janeiro, e Tordesilhas, em São Paulo - têm dificuldade para mantêlos no cardápio.
Na Bahia, a experiência com o umbu pode ser um modelo para outros produtos. A fruta persiste graças ao trabalho da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopecuc). A gerente comercial da Coopecuc, Jussara Dantas, acredita que em um prazo de cinco anos haverá flores e frutas em muitas das 16 mil mudas já plantadas nos três municípios. "Estamos fazendo um trabalho ambiental com a produção de mudas de umbuzeiros", diz Jussara. Por fim, mas não menos importante: esses alimentos ameaçados de extinção são deliciosos.



















>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Filé de Peixe ao molho de Umbu
Ingredientes:
1kg de filé de peixe
1 limão
Sal a gosto
200 ml de polpa de umbu
1 cebola picada
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 colheres de margarina
3 xícaras (chá) de leite
2 colheres (chá) de azeite de oliva
¼ lata de creme de leite.
Como fazer:
Tempere o filé de peixe com limão, sal e grelhe.
Faça o molho refogando a cebola picada na margarina, em seguida acrescente a farinha de trigo, deixe um pouco e vá dissolvendo com o leite.
Depois bata no liquidificador acrescentando a polpa de umbu.
Por último para dar consistência acrescente o creme de leite.
Sirva o peixe coberto com o molho.
**Para acompanhar sugiro arroz com legumes.
Acima a foto dessa frutinha, em risco de extinção, que eu experimentei e virei fã! Pena que só tenha no nordeste!

6 comentários:

  1. li essa notícia na internet esses dias e não gostei nem um pouco!
    adoroooo palmito, pinhão e bergamota montenegrina! [mas esses dois últimos, típicos aqui do RS, tu bem sabe, a gente ainda encontra bastante.. pelo menos não notei diminuição significativa...]

    =)

    bjos!!!
    bom feriado...

    ResponderExcluir
  2. É o preço da globalização.
    O Brasil é influenciado muito facilmente pelos países ricos (lê-se EUA) e nossa cultura vai pro ralo a cada programa de tv.
    Deprimente e repugnante.




    beigos mil

    ResponderExcluir
  3. Bah, mas até extinção alimentícia estamos tendo agora??? Mas que coisa, vamos lutar e preservar o que é nosso!!!

    http://www.revistacontextosg.com

    ResponderExcluir
  4. Excelente blog!
    Notícia bastante interessante.

    Adoro umbu.
    sausauhuhs

    ResponderExcluir
  5. Estamos sendo sufocados por outras culturas e esquecendo da nossa tão rica

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

21 de abril de 2009

Salvem a marmelada!

Entidade relaciona os alimentos que correm risco de desaparecer no mundo. O Brasil tem 13 representantes na lista.
Gustavo de Almeida - Revista Isto É - 17-04-2009

Cheeseburger, hot-dog e milkshake; spaghetti, roast-beef e petit gateau; kafta e strudel. Milhões de brasileiros talvez nunca tenham falado os idiomas aos quais pertencem essas palavras, mas, certamente, já consumiram vários desses alimentos. Enquanto isso, pratos que representam as raízes do País parecem estrangeirismos na própria terra. E é exatamente pelo desconhecimento e baixo consumo que correm risco de desaparecer dos cardápios. Dão pouco lucro e, para agravar, exigem colheitas mais complexas. São, por isso, alimentos em extinção.
Há instituições e pessoas preocupadas com isso e trabalhando para que pratos típicos e ditos "locais" não sumam das mesas. O movimento internacional Slow Food - uma associação sem fins lucrativos fundada em 1986, na Itália - catalogou 750 alimentos ameaçados no mundo, num compêndio chamado Arca do Gosto, dos quais 13 são brasileiros. Todos são tão escassos que até os restaurantes especializados - como Navegador, no Rio de Janeiro, e Tordesilhas, em São Paulo - têm dificuldade para mantêlos no cardápio.
Na Bahia, a experiência com o umbu pode ser um modelo para outros produtos. A fruta persiste graças ao trabalho da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopecuc). A gerente comercial da Coopecuc, Jussara Dantas, acredita que em um prazo de cinco anos haverá flores e frutas em muitas das 16 mil mudas já plantadas nos três municípios. "Estamos fazendo um trabalho ambiental com a produção de mudas de umbuzeiros", diz Jussara. Por fim, mas não menos importante: esses alimentos ameaçados de extinção são deliciosos.



















>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Filé de Peixe ao molho de Umbu
Ingredientes:
1kg de filé de peixe
1 limão
Sal a gosto
200 ml de polpa de umbu
1 cebola picada
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 colheres de margarina
3 xícaras (chá) de leite
2 colheres (chá) de azeite de oliva
¼ lata de creme de leite.
Como fazer:
Tempere o filé de peixe com limão, sal e grelhe.
Faça o molho refogando a cebola picada na margarina, em seguida acrescente a farinha de trigo, deixe um pouco e vá dissolvendo com o leite.
Depois bata no liquidificador acrescentando a polpa de umbu.
Por último para dar consistência acrescente o creme de leite.
Sirva o peixe coberto com o molho.
**Para acompanhar sugiro arroz com legumes.
Acima a foto dessa frutinha, em risco de extinção, que eu experimentei e virei fã! Pena que só tenha no nordeste!

6 comentários:

  1. li essa notícia na internet esses dias e não gostei nem um pouco!
    adoroooo palmito, pinhão e bergamota montenegrina! [mas esses dois últimos, típicos aqui do RS, tu bem sabe, a gente ainda encontra bastante.. pelo menos não notei diminuição significativa...]

    =)

    bjos!!!
    bom feriado...

    ResponderExcluir
  2. É o preço da globalização.
    O Brasil é influenciado muito facilmente pelos países ricos (lê-se EUA) e nossa cultura vai pro ralo a cada programa de tv.
    Deprimente e repugnante.




    beigos mil

    ResponderExcluir
  3. Bah, mas até extinção alimentícia estamos tendo agora??? Mas que coisa, vamos lutar e preservar o que é nosso!!!

    http://www.revistacontextosg.com

    ResponderExcluir
  4. Excelente blog!
    Notícia bastante interessante.

    Adoro umbu.
    sausauhuhs

    ResponderExcluir
  5. Estamos sendo sufocados por outras culturas e esquecendo da nossa tão rica

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...