19 de março de 2009

Pequenos medos

Alguns me assombram, outros me desafiam!Pequenos medos, alguns empoeirados...
Tanta vida foi...

Mistura total, cores, sons e medos.
Resolveram se unir.

Medo daquela pequena cegueira, que não deixa perceber a beleza dos dias abatidos.

Vou-me, por aí, reunindo todos eles.
São medos pequenos, alguns apenas me desarmam!
Medo daquelas madrugadas implacáveis, que amedrontam até o frio.

Alguns murmúrios ficam dizendo as coisas que já passaram...
Aquelas lá do fundo, que já perderam o juízo!

Medo de esquecer a história daquele tempo, deveria?
Acho que não, foi o que me construiu!

Medo da cor que o silêncio possa ficar...
Imagina se nunca mais ele colorir até fazer com que todos falem?
Palavras antigas, imagens boloradas, ficam na retina, ouço a pronúncia!

Há golpes que a vida não sabe curar, com qualquer brisa lateja...
Vou seguir, pela margem afiada da vida!
Talvez eu te encontre, e você tenha pequenos medos também...

6 comentários:

  1. Medo? As vezes necessário, mas muitas vezes um grande obstáculo.

    ResponderExcluir
  2. "Medo da cor que o silêncio possa ficar..."
    Lindo, simplismente adorei.
    Medo, eles existem e nos assombram. Mas não deixemos que eles estraguem a beleza dos nossos dias pelo simples fato de 'ah, pode não dar certo'. Viva! Se medo e serás feliz. Concorda?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ahh, o medo... ele nos rodeia. Rodeia até mesmo ao mais forte dos homens. O que importa é a iniciativa de passá-lo para trás.
    Lindo texto!

    ResponderExcluir
  4. 2 coisas:

    sobre meu post: concordo plenamente com vc, Deka! Acho que realmente vc escreveu o que eu devia ter escrito no post! Amem!!! ashudhasudhuas.. obrg


    sobre seu post: eu tenhu pequenos medos, sim.. ehehe.. gostei do post! tds sim tem estes pequeninos medos q são ultrapassados corajosamente dia-a-dia... e 'o que nao me mata, me fortalece' e estes medos, fortalece-nos!

    uhuuu... alohaaaa

    ResponderExcluir
  5. É, todo mundo tem pequenos medos.. mas, como me disseram um dia: "o medo nos impede de viver".

    -> mas eu confesso q sou um pouco "medrosa às vezes"... heheh

    bjooo

    ResponderExcluir
  6. lindo este poema!! o medo é sempre intrigante.. tanto pode nos fazer seguir em frente como nos paralizar.... e assim vamos tocando a vida!! com ou sem medos.

    bjocas

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

19 de março de 2009

Pequenos medos

Alguns me assombram, outros me desafiam!Pequenos medos, alguns empoeirados...
Tanta vida foi...

Mistura total, cores, sons e medos.
Resolveram se unir.

Medo daquela pequena cegueira, que não deixa perceber a beleza dos dias abatidos.

Vou-me, por aí, reunindo todos eles.
São medos pequenos, alguns apenas me desarmam!
Medo daquelas madrugadas implacáveis, que amedrontam até o frio.

Alguns murmúrios ficam dizendo as coisas que já passaram...
Aquelas lá do fundo, que já perderam o juízo!

Medo de esquecer a história daquele tempo, deveria?
Acho que não, foi o que me construiu!

Medo da cor que o silêncio possa ficar...
Imagina se nunca mais ele colorir até fazer com que todos falem?
Palavras antigas, imagens boloradas, ficam na retina, ouço a pronúncia!

Há golpes que a vida não sabe curar, com qualquer brisa lateja...
Vou seguir, pela margem afiada da vida!
Talvez eu te encontre, e você tenha pequenos medos também...

6 comentários:

  1. Medo? As vezes necessário, mas muitas vezes um grande obstáculo.

    ResponderExcluir
  2. "Medo da cor que o silêncio possa ficar..."
    Lindo, simplismente adorei.
    Medo, eles existem e nos assombram. Mas não deixemos que eles estraguem a beleza dos nossos dias pelo simples fato de 'ah, pode não dar certo'. Viva! Se medo e serás feliz. Concorda?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ahh, o medo... ele nos rodeia. Rodeia até mesmo ao mais forte dos homens. O que importa é a iniciativa de passá-lo para trás.
    Lindo texto!

    ResponderExcluir
  4. 2 coisas:

    sobre meu post: concordo plenamente com vc, Deka! Acho que realmente vc escreveu o que eu devia ter escrito no post! Amem!!! ashudhasudhuas.. obrg


    sobre seu post: eu tenhu pequenos medos, sim.. ehehe.. gostei do post! tds sim tem estes pequeninos medos q são ultrapassados corajosamente dia-a-dia... e 'o que nao me mata, me fortalece' e estes medos, fortalece-nos!

    uhuuu... alohaaaa

    ResponderExcluir
  5. É, todo mundo tem pequenos medos.. mas, como me disseram um dia: "o medo nos impede de viver".

    -> mas eu confesso q sou um pouco "medrosa às vezes"... heheh

    bjooo

    ResponderExcluir
  6. lindo este poema!! o medo é sempre intrigante.. tanto pode nos fazer seguir em frente como nos paralizar.... e assim vamos tocando a vida!! com ou sem medos.

    bjocas

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...