19 de fevereiro de 2009

Pelos olhos de uma criança

Quando olho dentes de leão, eu vejo ervas daninhas invadindo meu quintal.Meus filhos vêem flores para mamãe e sopram a penugem branca pensando em um desejo.

Quando olho um velho mendigo que me sorri, eu vejo uma pessoa suja que provavelmente quer dinheiro e eu me afasto. Meus filhos vêem alguém sorrir para eles e sorriem de volta!

Quando ouço uma música, eu gosto. Mas não sei cantar e não tenho ritmo; então me sento e escuto.

Meus filhos sentem a batida e dançam, cantam e não sabem a letra, criam a sua própria.

Quando sinto um forte vento em meu rosto, me esforço contra ele, sinto-o atrapalhando meu cabelo e empurrando-me para trás enquanto ando.

Meus filhos fecham seus olhos,abrem seus braços e voam com ele,até que caiam a rir pela terra.

Quando oro, eu digo tu e vós e conceda-me isto, dê-me aquilo.

Meus filhos dizem,''Olá Deus! Agradeço por meus brinquedos e meus amigos!! Por favor, mantenha longe os maus sonhos hoje à noite. Eu ainda não quero ir para o céu. Eu sentiria falta de minha mamãe e do meu papai".

Quando olho uma poça de lama eu dou a volta. Eu vejo sapatos enlameados e tapetes sujos.

Meus filhos sentam-se nela. Vêem represas para construir, rios para cruzar e bichinhos para brincar.

Eu só queria saber se os filhos nos foram dados para lhes ensinarmos ou para aprendermos.


Eu recomendo que você aprecie as pequenas coisas da vida, porque um dia poderá olhar para trás e descobrir que eram grandes coisas.


E, pra finalizar, desejo a você grandes poças de lama... E dente-de-leão!!!


[Desconheço autor]

9 comentários:

  1. Oiii adoro o seu blog,
    tenho um selo pra vc , passa láá no meu blog para pegar.
    bjão

    ResponderExcluir
  2. NOFA, que coisa linda, cara.
    Amei o texto, pena que é de autor desconhecido.
    Você soube colocar o texto muito bem com as fotos, rs.
    Realmente as crianças são bem mais sinceras, verdadeiras e espontâneas que nós. Mas acho que elas vieram mais para nos ensinar do que para nós ensinarmos a ela.


    beigos mil

    ResponderExcluir
  3. Quantas frases profundas. A melhor foi: "Quando sinto um forte vento em meu rosto, me esforço contra ele, sinto-o atrapalhando meu cabelo e empurrando-me para trás enquanto ando".

    ResponderExcluir
  4. a musik com as imagens.
    fiko mto legal..
    o texto em si . ..

    lindão . ...
    e poças d lama pra ti tbm
    ó...
    parabens pelo blog

    e tá convidad a retornar lá..jah q atualizei ele
    \o/

    www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

    abraço e ótima kinta!

    ResponderExcluir
  5. acho qas crianças é q nos encinam e nao nos a elas...
    quem dera poder voltar a ser crinça...

    ResponderExcluir
  6. Lindas imagens e palavras!

    A noite adormecia na madrugada
    Onde o silêncio sonegava a neblina…
    Os charcos se agasalhavam na manta geada
    Onde se espelhava a tua imagem cristalina
    ( poema, chamar por ti )

    Tem um selo feito por mim
    Para si, no meu blog…
    Um resto de uma boa semana
    Materializada em harmonia
    Com muita alegria
    E claro um bom CARNAVAL
    Cheio de muita folia…

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderExcluir
  7. nooossa... amei o texto..
    sério mesmo... até me emocionei..
    e eh verdade, as pequenas coisas são as melhore por isso temos que aproveitar...
    bjoooo

    -> e muitas poças de lama pra ti tbm... hehe

    ResponderExcluir
  8. Gente querida, obrigada pelos selos! Pelos belíssimos comentários também!

    ResponderExcluir
  9. Oi Deca, adorei o post, a foto das crianças, ficaram muito boas, assim como a do seu perfil, BRAVO !!!

    abraços e um bom carnaval, na folia ou no descanso.

    beijos
    Marcos

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

19 de fevereiro de 2009

Pelos olhos de uma criança

Quando olho dentes de leão, eu vejo ervas daninhas invadindo meu quintal.Meus filhos vêem flores para mamãe e sopram a penugem branca pensando em um desejo.

Quando olho um velho mendigo que me sorri, eu vejo uma pessoa suja que provavelmente quer dinheiro e eu me afasto. Meus filhos vêem alguém sorrir para eles e sorriem de volta!

Quando ouço uma música, eu gosto. Mas não sei cantar e não tenho ritmo; então me sento e escuto.

Meus filhos sentem a batida e dançam, cantam e não sabem a letra, criam a sua própria.

Quando sinto um forte vento em meu rosto, me esforço contra ele, sinto-o atrapalhando meu cabelo e empurrando-me para trás enquanto ando.

Meus filhos fecham seus olhos,abrem seus braços e voam com ele,até que caiam a rir pela terra.

Quando oro, eu digo tu e vós e conceda-me isto, dê-me aquilo.

Meus filhos dizem,''Olá Deus! Agradeço por meus brinquedos e meus amigos!! Por favor, mantenha longe os maus sonhos hoje à noite. Eu ainda não quero ir para o céu. Eu sentiria falta de minha mamãe e do meu papai".

Quando olho uma poça de lama eu dou a volta. Eu vejo sapatos enlameados e tapetes sujos.

Meus filhos sentam-se nela. Vêem represas para construir, rios para cruzar e bichinhos para brincar.

Eu só queria saber se os filhos nos foram dados para lhes ensinarmos ou para aprendermos.


Eu recomendo que você aprecie as pequenas coisas da vida, porque um dia poderá olhar para trás e descobrir que eram grandes coisas.


E, pra finalizar, desejo a você grandes poças de lama... E dente-de-leão!!!


[Desconheço autor]

9 comentários:

  1. Oiii adoro o seu blog,
    tenho um selo pra vc , passa láá no meu blog para pegar.
    bjão

    ResponderExcluir
  2. NOFA, que coisa linda, cara.
    Amei o texto, pena que é de autor desconhecido.
    Você soube colocar o texto muito bem com as fotos, rs.
    Realmente as crianças são bem mais sinceras, verdadeiras e espontâneas que nós. Mas acho que elas vieram mais para nos ensinar do que para nós ensinarmos a ela.


    beigos mil

    ResponderExcluir
  3. Quantas frases profundas. A melhor foi: "Quando sinto um forte vento em meu rosto, me esforço contra ele, sinto-o atrapalhando meu cabelo e empurrando-me para trás enquanto ando".

    ResponderExcluir
  4. a musik com as imagens.
    fiko mto legal..
    o texto em si . ..

    lindão . ...
    e poças d lama pra ti tbm
    ó...
    parabens pelo blog

    e tá convidad a retornar lá..jah q atualizei ele
    \o/

    www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

    abraço e ótima kinta!

    ResponderExcluir
  5. acho qas crianças é q nos encinam e nao nos a elas...
    quem dera poder voltar a ser crinça...

    ResponderExcluir
  6. Lindas imagens e palavras!

    A noite adormecia na madrugada
    Onde o silêncio sonegava a neblina…
    Os charcos se agasalhavam na manta geada
    Onde se espelhava a tua imagem cristalina
    ( poema, chamar por ti )

    Tem um selo feito por mim
    Para si, no meu blog…
    Um resto de uma boa semana
    Materializada em harmonia
    Com muita alegria
    E claro um bom CARNAVAL
    Cheio de muita folia…

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderExcluir
  7. nooossa... amei o texto..
    sério mesmo... até me emocionei..
    e eh verdade, as pequenas coisas são as melhore por isso temos que aproveitar...
    bjoooo

    -> e muitas poças de lama pra ti tbm... hehe

    ResponderExcluir
  8. Gente querida, obrigada pelos selos! Pelos belíssimos comentários também!

    ResponderExcluir
  9. Oi Deca, adorei o post, a foto das crianças, ficaram muito boas, assim como a do seu perfil, BRAVO !!!

    abraços e um bom carnaval, na folia ou no descanso.

    beijos
    Marcos

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...