1 de fevereiro de 2008

Beleza...

Estamos nos dias da beleza, da exposição da beleza, nas suas mais variadas formas.
A beleza dos corpos, das penas, dos coloridos!
Gosto do carnaval por causa das cores, da criatividade humana em fazer alegorias e fantasias para divertir-se.
No carnaval as pessoas vestem-se com aquilo que não conseguiriam, mesmo que quisessem, no dia a dia. Quando eu era criança queria ficar vários e vários dias com aquela saia toda colorida e com a blusinha toda brodada de lantejoulas que minha mãe sempre confeccionava! Acho que muitos adultos têm vontade de vestir-se com as roupas e as cores do carnaval todos os dias...
Para muitos, esses dias de carnaval são um pedacinho de céu cheio de poesia e beleza.
E quando falamos em beleza precisamos lembrar do espelho. Ele é um objeto "em alta" nesta época. Faz com que as pessoas certifiquem-se que ficou bom, que a maquiagem é esta!
Já fizeram o exercício de ficar sem espelho? Eu já fiz isso, principalmente quando vou acampar ou em alguma pescaria. É interessante, nos primeiros momentos faz uma falta danada... Depois a gente se adapta, escova o cabelo sem perceber que o espelho não está ali. Em casa a gente acostuma até escovar os dentes se olhando...

O grande barato de ficar sem espelho é que a gente olha mais pros outros. Paramos por algum momento de olhar apenas para nós mesmos e olhamos mais para as outras coisas e pessoas. Quando se está no meio do mato sem espelho, ninguém se importa. Ficar sem batom, sem o penteado perfeito não faz diferença alguma. Olhamos para o outro sem se preocupar se "estou bem?"

Calma, não estou propondo que fiquemos sem espelho, sem o batonzinho!!! Apenas com isso sugiro que façamos mais o exercício de olhar em volta, de olhar no olho, de brincar o carnaval preocupado com a festa em si, com a companhia dos amigos e não tanto com o espelho!

E isso é um exercício diário, não somente no carnaval, mas em todos os dias do ano, quem sabe prolongamos a beleza da vida e da alegria!




2 comentários:

  1. Ah nem me fale , como eu sodro nessa epoca , nao consigo emagrecer , sou gordinha e não sei se quero ser magra como a sociedade alega ser o melhor!!!! Eu sei lá , ficar sem espelho , ah eu fico encanada mais com o cabelo, rs
    nem de 1 real? rsrsrs

    Bjokasssssssss

    ResponderExcluir
  2. Mas será que, ao se desfazer das 'correções' do seu rosto, do seu corpo, vc não passa a reparar demais até nos defeitos das outras pessoas.
    O humano é essencialmente mau e, por mais que nos atentamos para o outro, temos a missão de escrachá-lo.
    Eu te confesso que tenho um espelho gigante no meu quarto, mas não tenho nóia de sair sem um e ficar na preocupação de 'como estou?'
    Sei lá...não que eu seja desencanada c a estética, mas sim, pq eu sou aluada!
    ahaha

    Beijooooo

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

1 de fevereiro de 2008

Beleza...

Estamos nos dias da beleza, da exposição da beleza, nas suas mais variadas formas.
A beleza dos corpos, das penas, dos coloridos!
Gosto do carnaval por causa das cores, da criatividade humana em fazer alegorias e fantasias para divertir-se.
No carnaval as pessoas vestem-se com aquilo que não conseguiriam, mesmo que quisessem, no dia a dia. Quando eu era criança queria ficar vários e vários dias com aquela saia toda colorida e com a blusinha toda brodada de lantejoulas que minha mãe sempre confeccionava! Acho que muitos adultos têm vontade de vestir-se com as roupas e as cores do carnaval todos os dias...
Para muitos, esses dias de carnaval são um pedacinho de céu cheio de poesia e beleza.
E quando falamos em beleza precisamos lembrar do espelho. Ele é um objeto "em alta" nesta época. Faz com que as pessoas certifiquem-se que ficou bom, que a maquiagem é esta!
Já fizeram o exercício de ficar sem espelho? Eu já fiz isso, principalmente quando vou acampar ou em alguma pescaria. É interessante, nos primeiros momentos faz uma falta danada... Depois a gente se adapta, escova o cabelo sem perceber que o espelho não está ali. Em casa a gente acostuma até escovar os dentes se olhando...

O grande barato de ficar sem espelho é que a gente olha mais pros outros. Paramos por algum momento de olhar apenas para nós mesmos e olhamos mais para as outras coisas e pessoas. Quando se está no meio do mato sem espelho, ninguém se importa. Ficar sem batom, sem o penteado perfeito não faz diferença alguma. Olhamos para o outro sem se preocupar se "estou bem?"

Calma, não estou propondo que fiquemos sem espelho, sem o batonzinho!!! Apenas com isso sugiro que façamos mais o exercício de olhar em volta, de olhar no olho, de brincar o carnaval preocupado com a festa em si, com a companhia dos amigos e não tanto com o espelho!

E isso é um exercício diário, não somente no carnaval, mas em todos os dias do ano, quem sabe prolongamos a beleza da vida e da alegria!




2 comentários:

  1. Ah nem me fale , como eu sodro nessa epoca , nao consigo emagrecer , sou gordinha e não sei se quero ser magra como a sociedade alega ser o melhor!!!! Eu sei lá , ficar sem espelho , ah eu fico encanada mais com o cabelo, rs
    nem de 1 real? rsrsrs

    Bjokasssssssss

    ResponderExcluir
  2. Mas será que, ao se desfazer das 'correções' do seu rosto, do seu corpo, vc não passa a reparar demais até nos defeitos das outras pessoas.
    O humano é essencialmente mau e, por mais que nos atentamos para o outro, temos a missão de escrachá-lo.
    Eu te confesso que tenho um espelho gigante no meu quarto, mas não tenho nóia de sair sem um e ficar na preocupação de 'como estou?'
    Sei lá...não que eu seja desencanada c a estética, mas sim, pq eu sou aluada!
    ahaha

    Beijooooo

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...