27 de setembro de 2007

uma pequena poesia

"Ando pelas ruas como se foce cega fugindo da verdade que me persegue da tristeza que me consome do ar que me polui com medo da vida, tento seguir o caminho das estrelas para achar alguma razão, para voltar a viver"


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

27 de setembro de 2007

uma pequena poesia

"Ando pelas ruas como se foce cega fugindo da verdade que me persegue da tristeza que me consome do ar que me polui com medo da vida, tento seguir o caminho das estrelas para achar alguma razão, para voltar a viver"


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...