6 de julho de 2012

Chove no meu coração


Dia molhado, meu rosto também.                                             
Um frio úmido em eu coração.
É ausência...

As gotas das árvores, são minhas lágrimas.
Ar molhado, sufocante...

Hoje anoiteceu quando o dia raiou.
Não sei se é a hora ou o momento...

Chove em meu coração.
Chuva de inconstância e inquietudes!

Retiro voluntário faço eu.
Cada gota que cai parece o tempo contando...
São gotas de esperança!
E essa chuva miúda que não passa, 
Enquanto minha vida se decide...

Chove em meu coração, uma garoa teimosa...
Sozinha, com sabor de presença.

E essa chuva traz um mar de ilusões, pensamentos...
Grandes demais para mim!

E as nuvens estão indo... Doces e com cheiro de novo!
Chove em meu coração, uma chuvinha refrescante...
E assim vai ser, o dia todo!

Um comentário:

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

6 de julho de 2012

Chove no meu coração


Dia molhado, meu rosto também.                                             
Um frio úmido em eu coração.
É ausência...

As gotas das árvores, são minhas lágrimas.
Ar molhado, sufocante...

Hoje anoiteceu quando o dia raiou.
Não sei se é a hora ou o momento...

Chove em meu coração.
Chuva de inconstância e inquietudes!

Retiro voluntário faço eu.
Cada gota que cai parece o tempo contando...
São gotas de esperança!
E essa chuva miúda que não passa, 
Enquanto minha vida se decide...

Chove em meu coração, uma garoa teimosa...
Sozinha, com sabor de presença.

E essa chuva traz um mar de ilusões, pensamentos...
Grandes demais para mim!

E as nuvens estão indo... Doces e com cheiro de novo!
Chove em meu coração, uma chuvinha refrescante...
E assim vai ser, o dia todo!

Um comentário:

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...