29 de julho de 2011

Uma gota de chuva
Ficou presa pelo fio
Faiscando a luz do sol
Até se evaporar...

Tive pena daquela gota pequena
Que por alguns instantes
Brilhou mais
Que o mais puro brilhante
Para em seguida se apagar...

Quantas coisas sonhamos
Um dia poder realizar
Porém,como as gotas de chuva
Os sonhos se desfazem
Ao despertar...

[desconheço autor]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

29 de julho de 2011

Uma gota de chuva
Ficou presa pelo fio
Faiscando a luz do sol
Até se evaporar...

Tive pena daquela gota pequena
Que por alguns instantes
Brilhou mais
Que o mais puro brilhante
Para em seguida se apagar...

Quantas coisas sonhamos
Um dia poder realizar
Porém,como as gotas de chuva
Os sonhos se desfazem
Ao despertar...

[desconheço autor]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...