25 de março de 2010

Das pedras

Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.

Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.

Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.

Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.

Cora Coralina

3 comentários:

  1. Lindo, gosto mto dos textos da Cora Coralina!

    ResponderExcluir
  2. Grande lição hein! Se todos aprendessem a erguer-se a partir das pedras que lhe foram jogadas assim como tu... Grande nobreza a tua!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. que lindo texto. lembrei de um post que fiz esses dias... sobre se sentir uma flor entre as rochas.
    ;)


    beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...

25 de março de 2010

Das pedras

Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.

Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.

Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.

Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.

Cora Coralina

3 comentários:

  1. Lindo, gosto mto dos textos da Cora Coralina!

    ResponderExcluir
  2. Grande lição hein! Se todos aprendessem a erguer-se a partir das pedras que lhe foram jogadas assim como tu... Grande nobreza a tua!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. que lindo texto. lembrei de um post que fiz esses dias... sobre se sentir uma flor entre as rochas.
    ;)


    beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Se está aqui, leu e quer dizer algo...